Importância da manutenção preventiva corretiva e preditiva

A competitividade do mercado exige que as empresas busquem de forma contínua a melhora nos processos e a redução de custos. Em um cenário em que a economia está fraca e investimentos estão sendo cortados, aumenta a importância das manutenções preventiva corretiva e preditiva para alcançar esses objetivos.

Mas o que são essas manutenções? Qual é sua importância e que benefícios trazem? Quais são as melhores práticas? Descubra no post de hoje!

Manutenção preventiva

A manutenção preventiva é aquela realizada antes que apareçam defeitos nos equipamentos, a fim de evitar que eles tenham que ficar parados e, com isso, que a produção seja interrompida. Para isso, ela leva em conta fatores estatísticos para determinar quando vai ser necessário intervir e quais medidas devem ser tomadas.

Um exemplo simples é a troca de óleo, que deve ser realizada depois de determinada quilometragem ou período de tempo.

Manutenção de frotas: o guia completo

Manutenção corretiva

A manutenção corretiva é aquela a que já estamos acostumados, que ocorre depois que o equipamento falha ou quebra. Como o próprio nome diz, ela é feita para corrigir um problema já existente. Um exemplo é quando você tem que levar o veículo para consertar o freio que está falhando.

O problema de contar apenas com esse tipo de manutenção é que, com o equipamento ou veículo estragado, a empresa deixará de ter lucros durante o tempo em que ele permanecer ocioso para reparos.

Manutenção preditiva

A grande diferença da manutenção preditiva para a preventiva é que geralmente a primeira conta com algum sistema de monitoramento para analisar o status real da peça ou máquina, em vez de levar em conta apenas os padrões ou os índices estatísticos que já mencionamos.

Podemos citar como exemplo o monitoramento da temperatura do baú quando o veículo está carregado com cargas congeladas ou perecíveis. Nesses casos, a temperatura deve ser monitorada para garantir um padrão e evitar a quebra de frio ou descongelamento dos produtos.

Importância e benefícios de ter um plano de manutenção

A principal importância é a segurança, pois equipamentos com manutenção em dia tendem a ter menos acidentes. Isso é excelente para o colaborador, que se sente mais seguro e valorizado.

Além disso, a empresa se beneficia com o aumento de produtividade tanto do colaborador quanto do equipamento, com sua maior durabilidade e com a redução de custo, pois o custo da manutenção é menor que o de aquisição de peças novas. Também são eliminados fretes de terceiros para garantir as entregas e horas extras da equipe de manutenção.

Melhores práticas de manutenção

Para garantir que sua manutenção seja bem feita, é importante ficar atento a alguns detalhes. Antes de tudo, garanta que está adquirindo equipamentos normatizados e solicite do fabricante apoio em treinamento para procedimentos de uso e manutenção padrões (PUP e PMP, respectivamente).

Além disso, tenha um plano de manutenção e faça uma checklist diária de tudo o que deve ser verificado. Ainda, registre todas as ordens de serviço, preferencialmente por meio de softwares, e adote relatórios de não conformidades.

Agora que você já sabe o que são manutenções preventiva corretiva e preditiva, aproveite para descobrir como reduzir 17% de seus custos com esses procedimentos!

Chegou até aqui e quer saber ainda mais sobre todos os tipos de manutenção? Então você deve gostar do material abaixo:

Manutenção de frotas: o guia completo