Faça uma avaliação de desempenho de motoristas em 4 passos

Se você está encarregado por uma frota, então sabe que fazer a avaliação de desempenho de motoristas é fundamental para manter a produtividade da sua operação, certo?

Você precisa ter algumas verificações para ter certeza de que os seus motoristas estão tendo o melhor desempenho.

Isso envolve analisar relatórios, examinar despesas e, sobretudo, lidar com o fator humano, avaliando o perfil de cada condutor.

Com tantas atribuições assim, é fácil se sentir sobrecarregado. Entretanto, saber como avaliar o desempenho de motoristas da maneira mais eficiente possível economizará o tempo e dinheiro da empresa.

Então, continue lendo este artigo para saber como você pode analisar os seus motoristas e melhorar sua frota!

Por que avaliar a performance de motoristas da sua frota?

O desempenho dos motoristas da sua frota é uma prerrogativa para a sua estratégia de gestão gerar resultados.

Afinal, são eles que devem executar as suas recomendações na maior parte do tempo.

Leia: Gerenciamento de motoristas: dicas simples para aplicar na sua empresa!

Ou seja, orientações sobre economia de combustível, cumprimento de prazos e o zelo com os veículos dependem bastante deles.

Por isso que o processo de avaliação é fundamental e  pode ser conduzido de diversas formas, desde a básica análise de dados e sugestão de ações, até sistemas mais modernos de rankings, por exemplo.

Como fazer avaliação de desempenho de motoristas

Como já explicamos, o sistema de avaliação pode variar. 

Todavia, existem alguns pontos-chave que precisam ser monitorados para que o desempenho dos seus colaboradores seja avaliado de forma justa e eficaz. 

Separamos 4 análises que são essenciais nesse processo. Confira a seguir!

1. Monitore o cumprimento de prazos e horários

O cumprimento de prazos e horários dos condutores é um índice básico para qualquer sistema de avaliação de motoristas. Isso porque cumprir horários é algo que depende quase que exclusivamente do próprio condutor. 

Em relação aos prazos, o descumprimento recorrente pode ser um indicativo de que o motorista, veículo ou a rota traçada está afetando a produtividade da sua operação.

Ou seja, é seu papel, como gestor da frota, investigar a fonte desses problemas.

2. Avalie o nível de condução defensiva dos motoristas

Enquanto cabe à gestão investir em capacitações, palestras e informativos sobre práticas de direção defensiva, é papel do motorista colocar em prática.

Assim, você pode (e deve) avaliar o nível de direção defensiva que vem sendo praticado com os veículos da sua frota. 

Para isso, no caso de uma empresa de transporte, por exemplo, foque em tópicos relacionados ao seu dia a dia, como a condução correta das cargas.

3. Monitore as condições dos veículos

Também não é segredo que monitorar a condição dos veículos é imprescindível para avaliar os seus motoristas. Afinal, cada condutor tem responsabilidade sobre o ativo que está conduzindo.

Logo, é interessante recorrer aos sistemas de checklists de veículos, onde o próprio condutor preenche as informações através de um app integrado ao seu sistema de gestão de frotas.

Na Sofit, por exemplo, o sistema de checklist veicular conta com recursos como fotos e você pode personalizar cada item de verificação, de acordo com o que for mais importante para sua empresa.

4. Utilize indicadores de desempenho

Por fim, os famosos indicadores de desempenho (KPIs) que são fundamentais para qualquer gestor de frotas. Com dados e indicadores disponíveis, é possível justificar o processo de tomada de decisão.

Dessa forma, os seus condutores irão entender que a avaliação de desempenho é justa, já que ela é baseada em dados.

Uso de tecnologia nas avaliações de performance de motoristas

Conduzir um processo de avaliação de desempenho dos seus motoristas sem recorrer à tecnologia pode tornar essa atividade ainda mais complicada.

Imagine ter que analisar planilhas ou ter que verificar anotações que os condutores preenchem à mão? 

Por isso, aproveite a tecnologia disponível em favor da sua gestão! Quais recursos a sua empresa tem disponível para avaliar os motoristas de forma simples e justa?

Confira alguns recursos importantes adiante.

1. Monitoramento de frota

Um sistema de monitoramento de frota deve ser o ponto de partida do gestor de frotas que deseja utilizar a tecnologia para avaliar os condutores. Isso porque, através dele, é possível acompanhar as viagens em tempo real, obtendo dados como localização e velocidade média, por exemplo.

2. Sistema de rastreamento

Através de um sistema de rastreamento, você terá dados mais completos sobre veículos e cargas, além de acesso a relatórios completos para embasar a sua avaliação junto aos condutores.

3. Telemetria

A telemetria permite que o gestor de frota acesse dados importantes sobre os veículos remotamente. Assim, informações como velocidade média, consumo de combustível e até temperatura do motor podem ser medidos e incluídos na avaliação dos motoristas.

4. Roteirizador de frotas

Outro importante recurso quando falamos em tecnologia para gestão de frotas é o roteirizador. 

Através desse sistema, você ganha tempo e precisão sem precisar gastar horas planejando, uma vez que a tecnologia organiza as rotas considerando diversas necessidades: especificações da carga ou do passageiro, janelas de entrega, trânsito, etc.

Além disso, você terá mais previsibilidade, já que um roteirizador fornece dados sobre a previsão de entregas, por exemplo.

5. Sistema de gestão de frotas

Finalmente, um sistema de gestão de frotas simples e intuitivo, com recursos realmente úteis para a sua empresa é fundamental.

Através dessa tecnologia, gestores e motoristas terão à disposição sistemas automáticos de monitoramento e informações em tempo real, o que deve otimizar a comunicação entre gestor e condutor.

Além disso, qualquer decisão relativa à avaliação dos motoristas será baseada em dados, o que torna o processo mais assertivo, rápido e justo.

Leia mais: Sistema de Gestão de Frotas: 10 motivos para aderir para sua empresa hoje!

Por que investir em tecnologia para otimizar a performance da frota?

Ajuda a reduzir custos

Ao investir em tecnologia para otimizar o desempenho dos seus motoristas e, consequentemente, da frota, você estará reduzindo custos.

Isso porque, a médio e longo prazo, a produtividade dos seus colaboradores tende a aumentar e você saberá exatamente o que fazer para evitar gastos desnecessários, já que terá dados sobre a frota sempre disponíveis.

Diminui os riscos nos transportes

A redução de riscos no transporte impacta principalmente na segurança dos condutores, já que a imprudência é a principal causa de acidentes no Brasil. 

Entretanto, a redução de riscos significa também menos tempo de frota ociosa e mais produtividade para a sua operação.

Melhora a gestão de rotas

Gestores geralmente passam um tempo precioso planejando as melhores rotas. Porém, com o investimento na tecnologia certa de roteirização, esse tempo é reduzido e você consegue melhorar o desempenho da sua frota através de dados precisos e trajetos mais econômicos.

Estimula o cumprimento de prazos

Por fim, recorrer à tecnologia para a avaliação de desempenho dos motoristas deve estimular o cumprimento de prazos. Quando usada da maneira correta – sem que os condutores se sintam pressionados ou intimidados – a tecnologia estimula a competição saudável e o autoaperfeiçoamento.

Viu como a avaliação de desempenho de motoristas é importante?

Como podemos observar, avaliar o desempenho dos motoristas de forma recorrente e com o apoio da tecnologia para embasar as suas decisões traz impactos bastante positivos para a performance da sua frota.

Por isso, avalie se a sua tecnologia atual permite uma melhor avaliação dos seus condutores. Caso precise de alguma ajuda, conte com a Sofit!