gerenciamento de motoristas

Uma das principais atribuições dos gestores de frota, o gerenciamento de motoristas, também é o desafio de milhares de profissionais espalhados pelo Brasil e no mundo.

Isso porque lidar com o capital humano sempre será mais desafiador do que acompanhar dados, reduzir custos e tentar aumentar o ROI de qualquer empresa.

O gerenciamento de motoristas é uma atividade que requer jogo de cintura, empatia e muito planejamento. Por isso, a ideia deste artigo é trazer para você dicas simples para aplicar hoje mesmo e obter bons resultados.

Vamos ver como isso é possível? Acompanhe!

 

O que é o gerenciamento de motoristas?

Antes de tudo, um gestor de frotas é também um gestor de pessoas. Ou, pelo menos, deveria ser. 

Partindo deste princípio, a gestão de motoristas nada mais é do que a boa e velha gestão de pessoas. 

Empresas com uma cultura forte e estruturada, geralmente focam os seus esforços na gestão dos colaboradores. Isso porque além de trazer benefícios óbvios para o bem estar do seu quadro de empregados, o gerenciamento também reflete nos resultados da sua empresa.

 

Por que cuidar da gestão de motoristas?

Você já deve estar cansado de ouvir que são só funcionários que constroem a empresa. O que acontece é que muitas vezes o stress, cansaço e falta de motivação causam sérios danos à performance de qualquer empresa.

No caso da gestão de frotas, o comportamento do motorista reflete diretamente na imagem e também no desempenho da empresa.

Pense bem!

É o nome da sua empresa que os seus motoristas (bem gerenciados ou não) estão levando para a rua. Lidando com um trânsito caótico, aparecendo para as pessoas e até se relacionando com os seus clientes.

Além de servir de forma preventiva, o gerenciamento de motoristas também garante benefícios palpáveis para o gestor que se dedica a ele. Confira alguns abaixo:

 

Quais os pontos chave de um bom gerenciamento de motoristas

A gestão de motoristas normalmente transita por 4 pilares centrais: monitoramento, ações de engajamento e recompensas e retenção.

Monitoramento

Você só vai conseguir otimizar o seu gerenciamento de motoristas caso tenha dados sobre os quais pode se debruçar e analisar. 

Se te perguntássemos qual o nível de satisfação dos funcionários em relação com a sua empresa, você saberia informar agora, de imediato?

Ações de controle e monitoramento do comportamento e atividades que os seus motoristas realizam diariamente, como abastecimento, lavagens e rotas percorridas permitem que você tenha uma base para o seu gerenciamento e evite fraudes na gestão de frotas.

A partir dos dados coletados é possível estruturar ações de engajamento e ou recompensa, além de ajudar também nos programas de retenção.

 

Ações de recompensa

Ações de recompensa são medidas que deveriam ser adotadas por todos os gestores de frota, mas nem sempre a realidade é assim.

Desafios, rankings e ações que recompensem o funcionário que dirigiu defensivamente. De acordo com as diretrizes da empresa poderiam começar a ser consideradas no seu gerenciamento de motoristas.

Evite, no entanto, premiar apenas por recompensas de produtividade. Pois pode surtir efeito negativo, como a competitividade e ser um fator determinante para o stress e acidentes de trânsito, por exemplo.

 

Ações de engajamento

Como anda o engajamento dos seus motoristas? Motoristas desengajados ou desmotivados são um indicativo de uma gestão de pessoas deficiente.

Uma dica para gestores de frota, é construir um calendário, com capacitações, reuniões e atividades extras, como ginástica laboral, por exemplo. Algo que retire o colaborador do ambiente, muitas vezes estressante do trabalho.

Acredite, se você conseguir engajar os motoristas neste tipo de atividades, dificilmente terá problemas de desmotivação.

 

Retenção

A rotatividade de motoristas pode prejudicar severamente o seu negócio. Para saber o porquê, basta olhar para quanto a sua empresa costuma gastar para recrutar um novo motorista.

Pior ainda é descobrir que o desligamento ou altos índices de rejeição quase sempre têm relação com um mal gerenciamento de motoristas.

Mas você deve estar se perguntando: “Como mantenho os motoristas felizes e engajados?”

 

Para a maioria dos proprietários de frotas, a felicidade de seus motoristas está sempre relacionada a um aumento no salário. Embora até exista alguma verdade nisso, há outros ângulos que eles podem examinar ao tentar manter seus motoristas satisfeitos:

De acordo com a StayMetrics, dois fatores podem levar à saída de um motorista: conflitos entre família e trabalho, e os motoristas estão insatisfeitos com o tempo em casa.

Então, analise a situação de forma macro, com consultas constantes aos seus colaboradores. A dica é olhar para cada funcionário de forma única, e não como um integrante de uma grande massa.

 

O que acontece quando os motoristas não são bem gerenciados?

Quando os gastos com manutenção ou abastecimento fogem do controle, ou você tem um quadro considerável de colaboradores com problemas de saúde ou afastados, o sinal vermelho deve ser ligado!

Provavelmente os seus motoristas não estão sendo gerenciados da melhor forma. Quando isso acontece, alguns problemas comuns podem incluir:

  • Gastos fora do comum com multas e infrações de trânsito;
  • Casos constantes de fraudes ou contas que simplesmente não batem;
  • Baixo índice de produtividade;
  • Consumo de combustível acima da média mensal;
  • ROI negativo.

 

O que fazer para melhorar a seu gerenciamento de motoristas?

Algumas ações podem melhorar a sua gestão de motoristas. Como já explicamos, primeiro, verifique se você e a sua empresa estão considerando os pilares da gestão. Em seguida é hora de partir para o trabalho e estruturar ações para otimizar o seu gerenciamento de motoristas.

Algumas dessas ações podem incluir.

  • Adoção de um sistema de monitoramento que atenda às demandas e a realidade da sua empresa;
  • Estabelecimento de um quadro de benefícios que os seus funcionários têm direito além do salário
  • Manutenção de um cadastro com os principais dados dos seus motoristas, para facilitar ações de engajamento e retenção
  • Criação de um canal de comunicação inclusivo e funcional dentro da sua empresa

Gostou do nosso artigo sobre o gerenciamento de motoristas? Conta pra gente: que ações você realiza na sua empresa para otimizar a gestão de condutores? E lembre-se, caso precise de uma solução de gestão personalizada e que atenda a todas as suas demandas, conte sempre com a Sofit. Agende a sua demonstração agora mesmo!