Manutenção de máquina agrícola: entenda a importância

Lidar com a manutenção de máquina agrícola é uma atribuição que faz parte da rotina de um gestor de frotas que trabalha no campo.

Tratores, colheitadeiras e semeadoras são alguns dos maquinários essenciais para o serviço e sem a manutenção em dia, esses equipamentos podem representar prejuízos para a logística.

Como a atividade agrícola vem demandando cada vez mais máquinas e implementos, é fundamental estabelecer uma rotina de manutenção, de modo a assegurar a capacidade produtiva da sua operação.

Portanto, neste artigo, vamos mostrar como é possível cuidar melhor do seu maquinário de forma planejada e com previsão de custos. Vamos lá?

Principais atividades de máquinas agrícolas

Existem diversos tipos de máquinas agrícolas e elas desempenham várias funções na cadeia de produção rural, desde o preparo do solo até a semeadura e colheita. 

Através do maquinário e do investimento em gestão e tecnologia, é possível aumentar a produtividade no campo.

Esse aumento da mecanização rural também contribui para processos produtivos mais ágeis, além da padronização dos processos.

Entre os principais tipos de implementos agrícolas, podemos destacar:

  • Arados;
  • Pulverizadores;
  • Rolo faca;
  • Enxada rotativa;
  • Semeadoras e grades.

Você certamente possui alguma dessas sob a sua responsabilidade, portanto continue lendo e descubra como a manutenção impacta na sua produtividade.

Qual a importância da manutenção de máquina agrícola

A busca pela produtividade no campo gera uma sobrecarga no maquinário agrícola, que vai demandar um cuidado especial com a manutenção. 

Entretanto, apesar de ter um custo elevado, alguns equipamentos não recebem a manutenção adequada e geram gastos desnecessários. 

Isso contribui para uma queda na produtividade da operação e maiores gastos com reparos emergenciais – o que, por sua vez, eleva os custos operacionais. 

Outra consequência não intencional da falta de manutenção é o aumento dos custos. 

Sem a prevenção adequada, a vida útil das máquinas é encurtada, exigindo uma substituição mais rápida do equipamento.

Dessa forma, para reduzir os efeitos dessas ocorrências, investir na boa gestão e manutenção das máquinas agrícolas e seus implementos é essencial. 

Um programa de manutenção adequado traz os seguintes benefícios:

  • Prolonga a vida útil estendida do equipamento;
  • Diminui a substituição de peças;
  • Reduz a quebra;
  • Aumenta a confiabilidade;
  • Traz mais segurança e conforto para os operadores;
  • Otimiza a gestão de estoque de peças;
  • Melhora o valor de revenda.

Tipos de manutenção para máquina agrícola

Antes de definir o tipo de manutenção de máquina agrícola mais adequado para o seu maquinário, é importante estabelecer critérios para medir a eficiência do equipamento.

Com o auxílio de um sistema de gestão de frota como o Sofit, por exemplo, os operadores podem participar do processo, mostrando problemas corretivos na sua máquina em um checklist que pode ser acessado no aplicativo.

Dessa forma, você pode definir indicadores e acompanhá-los em tempo real para seguir com a manutenção. 

Alguns desses parâmetros para inspeção podem incluir:

  • Pressão e estado dos pneus;
  • Nível de fluido e radiador;
  • Sistemas elétricos;
  • Filtros de ar;
  • Lubrificação;
  • Lastro, entre outros. 

Se algum desses fatores não for adequado, é necessário tomar as medidas necessárias. 

Caso contrário, você poderá ter problemas com suas máquinas, com consequências diretas nos custos do seu agronegócio.

Abaixo, confira os tipos de manutenções de máquinas agrícolas e como executar cada uma delas.

Banner manutenção Sofit

1. Manutenção corretiva

A manutenção corretiva no agronegócio costuma gerar custos mais elevados, além de transtornos. 

Isso acontece porque no campo, dependendo do momento em que a manutenção corretiva é necessária, os equipamentos podem estar distantes da sede. 

Portanto, é necessário deslocar-se até o equipamento ou levar a máquina a um local adequado para reparo, o que eleva os custos de toda a operação.

Outro problema envolve a troca de peças, já que nem sempre é possível contar com equipamentos substitutos. 

Dessa forma, o gestor precisa solicitar com o fabricante, o que gera ainda mais ociosidade.

Por este motivo, o processo geral de manutenção precisa estar bem estruturado e você deve recorrer a manutenção corretiva somente em último caso.

2. Manutenção preventiva

Na gestão de frota agrícola, a manutenção preventiva pode ser feita em intervalos programados, o que evita a ociosidade inesperada. 

Esse tipo de manutenção reduz a probabilidade de falhas em equipamentos, máquinas e implementos. 

Assim, a manutenção preventiva é feita com o objetivo de manter a rotina de manutenção de máquinas e equipamentos, incluindo procedimentos como:

  • Manutenção correta da lubrificação;
  • Verificação do prazo de validade das peças e do estado dos equipamentos.

3. Manutenção preditiva

A manutenção preditiva busca prever quando será necessária a manutenção corretiva em equipamentos, máquinas e implementos agrícolas. 

Para isso, é necessário coletar os dados sobre o funcionamento das máquinas através de dispositivos baseados em IoT (Internet das Coisas).

A partir da análise das informações coletadas, é possível identificar indicadores que sinalizam problemas no equipamento.

Apesar de não ser tão difundida no campo, a manutenção preditiva garante uma visão holística da operação, permitindo ao gestor agir com antecipação. 

Em longo prazo e, principalmente para operações maiores, a redução de custos com manutenção é o principal benefício.

Como aumentar a vida útil das máquinas?

Agir antes que ocorram as falhas é um dos segredos para aumentar a vida útil do seu maquinário. 

É possível garantir isso através do planejamento de todo o processo de manutenção e, é claro, contando com toda a tecnologia disponível na sua operação.

Dessa forma, uma manutenção planejada prolonga a vida útil dos equipamentos agrícolas. 

Além disso, você também reduz a chance de falha inesperada do maquinário e tempo de inatividade não programado. 

Tecnologia para gestão de máquina agrícola

A adoção de tecnologias no campo vai além do computador de bordo e GPS.

Novas técnicas vão sendo incorporadas ao processo produtivo rural, uma delas é o sistema de gestão de frotas, garantindo uma visão geral do estado do maquinário.

Através da tecnologia, você pode facilmente identificar os problemas corretivos das máquinas agrícolas e atuar antes que o maquinário fique fora de operação.

Com um aplicativo fácil de operar, o próprio operador pode indicar os problemas corretivos da máquina agrícola através de um checklist, facilitando a vida do gestor, que é notificado e pode atuar de forma preventiva.

Além disso, quando você conta com a tecnologia para a gestão de máquinas agrícolas, é possível assumir o controle de tópicos como:

  • Geração de ordens de serviço de forma rápida e prática;
  • Acompanhamento de um plano preventivo de manutenção;
  • Controle de abastecimento;
  • Gestão de estoques;
  • Geração de relatórios em poucos cliques.

Para a manutenção de máquina agrícola, conte com a Sofit!

Como podemos observar, a manutenção adequada de máquinas agrícolas reduz as despesas necessárias para manter uma operação rural funcionando com eficiência máxima.

Além disso, ao estruturar um processo de manutenção e contar com tecnologia, o gestor prolonga a vida útil das ferramentas e equipamentos e evita quebras repentinas. 

Investir na manutenção de equipamentos agrícolas pode parecer desnecessário para quem está de fora. 

No entanto, todo agricultor que está no ramo agrícola e pretende permanecer em uma fazenda lucrativa sabe que o custo de manutenção é muito menor do que pagar por reparos ainda mais caros.

Por isso, conheça o sistema Sofit e eleve o nível do processo de manutenção da sua frota agrícola. Fale com um dos nossos consultores agora mesmo!