erros na Gestão da Manutenção

Dentro da Gestão de Frotas, a Gestão da Manutenção dos veículos é um dos principais itens. Realizar a Gestão da Manutenção de sua frota é essencial para que você possa não só controlar os gastos com as trocas e ajustes de peças, como melhorar o desempenho das operações por meio do gerenciamento da atividade de cada veículo.

Sabemos que, na correria do dia-a-dia, muitas vezes não percebemos que estamos cometendo erros que podem ser fatais para a performance da frota. Para lhe ajudar a identificar esses erros, separamos os sete principais erros cometidos na Gestão da Manutenção de frotas.

Veja se você comete alguma dessas falhas e saiba por que é importante evitá-las:

 1.    Não acompanhar a vida útil dos pneus

Esse é um erro que vai impactar na economia e na segurança de suas operações. Se você não acompanha a vida útil dos pneus, não poderá saber quando é o momento exato de trocá-los – realizando a troca antes ou depois do tempo certo. Por conta disso, pode ser que atrase uma entrega por ter que fazer a troca “inesperada” no meio da viagem. Além disso, um pneu careca ou mal calibrado pode ser o causador de um acidente. É essencial – para o bolso e para a segurança – fazer o acompanhamento dos quilômetros rodados para prever o momento ideal de realizar a manutenção nos pneus.

Melhore seu controle de pneus:

Clique aqui para baixar a nossa Planilha Grátis para Controle de Pneus!

 2.    Não fazer o controle do uso de combustível 

Você saberia responder qual é a média de combustível utilizada em cada um de seus veículos? É importante realizar o controle do combustível não só para ter o controle financeiro, como também para acompanhar a “saúde” do veículo. Se, por exemplo, durante os meses anteriores ele consumia uma determinada quantia de combustível e, de repente, começou a consumir muito mais, pode ser que esteja com algum problema mecânico que está fazendo ele aumentar a utilização de combustível. Identificar isso o quanto antes vai fazer sua frota ser mais econômica e mais segura.

Para controlar o combustível, você pode precisar também de uma planilha:

Baixe também nossa Planilha Grátis para Controle de Combustível!

 3.    Não gerenciar as rotas e estradas utilizadas

Por onde seus veículos estão andando? Essa é uma informação fundamental para a Gestão da Manutenção da sua frota. Os quilômetros rodados, os tipos de rotas e as condições das estradas vão fazer você identificar problemas mecânicos causados pelas rotas utilizadas e evitar desgastes futuros dos veículos. Para realizar esse controle, você pode contar com empresas de rastreamento e monitoramento de veículo, complementando a Gestão da Frota com ainda mais informações.

 4.    Não comparar os gastos em cada tipo de veículo

Não saber quanto gasta e quais os tipos de manutenção mais comuns em seus veículos pode fazer você gastar mais do que o necessário. Se você gerenciar os veículos, agrupando-os por marca, modelo e ano de fabricação, vai saber quais os tipos de problemas mais comuns em cada um deles, podendo tomar ações preventivas que evitem desgastes dos veículos e a manutenção antes da hora. Além disso, se dois veículos idênticos (mesmo modelo, marca e ano de fabricação) estão dando problemas diferentes, poderá identificar se é uma manutenção corriqueira ou algo que saiu fora do padrão. Dessa forma, novamente, saberá com clareza quais as causas dos problemas e tomar ações preventivas – evitando custos elevados e aumentando a segurança.

5.    Contar com a sorte para que os equipamentos não estraguem

Um dos piores erros que pode cometer na Gestão da Manutenção de sua frota é falar coisas como “Tomara que não dê nenhum problema com o veículo”, ou então “Se Deus quiser, tudo vai dar certo e o veículo vai chegar bem e no horário”. Não estamos questionando o poder das forças divinas, mas, para que tudo saia bem na estrada, é preciso mais do que fé, é preciso uma Gestão de Frotas eficiente. Com a Gestão da Manutenção da frota, você faz o acompanhamento de todos os problemas e necessidades de cada veículo, além de monitorar e prever ajustes e manutenções. Caso contrário, pode ser que tenha que parar no meio do caminho para trocar uma peça aqui e outra ali. Além de um custo inesperado, isso vai atrasar a operação, trazendo prejuízos e incômodos.

Quer saber mais sobre manutenção preventiva?

Baixe nosso e-book: Manutenção Preventiva na Gestão de Frotas

6.    Gastar com manutenção sem fazer um controle adequado

Chega na hora do fechamento e os gastos com manutenção foram muito maiores do que havia imaginado. Isso já aconteceu com você? Esse tipo de situação é resultado da falta de controle dos custos da manutenção da frota. A Gestão da Manutenção envolve o conhecimento profundo dos veículos e de tudo que acontece com eles. Dessa forma, você poderá saber o momento exato das necessidades de ajustes e trocas de peças, realizando um planejamento de gastos eficiente – sem surpresas e sem custos desnecessários.

 7.    Não conhecer o histórico dos veículos

Quando você tem um problema de saúde e vai ao médico, ele pergunta várias coisas sobre seus histórico familiar e de outros tipos de doença, certo? O objetivo é saber se a sua origem, os seus hábitos e os problemas que teve anteriormente podem estar relacionados com o seu problema atual. Com os veículos de sua frota é a mesma coisa. Saber o histórico de cada um deles – de onde vieram, por onde andaram, que tipo de ajustes já fizeram anteriormente – vai esclarecer quais são suas necessidades de manutenção atuais. Isso evita surpresas e gastos desnecessários, além de também contribuir para a maior segurança dos veículos. Quanto mais saudáveis eles estiverem, melhor será o desempenho e a eficiência de cada um.

Agora que você já sabe quais são os principais erros cometidos na Gestão da Manutenção de sua frota, e o que precisa fazer para evitá-los, basta saber como fazer isso, certo? Com tantas informações e dados para controlar, fazer a Gestão da Manutenção manualmente é praticamente impossível.

Para corrigir grande parte desses sete erros apontados, você pode contar com o software de Gerenciamento de Frotas da Sofit.

O módulo da Gestão da Manutenção do sistema Sofit possui as seguintes funcionalidades:

  • Gerenciamento dos planos de manutenção de frota e as ordens de serviços;
  • Controle e demonstração da disponibilidade dos equipamentos;
  • Visibilidade e previsibilidade dos gastos no curto e médio prazo;
  • Identificação de tarefas vencidas e a vencer;
  • Identificação dos motivos e o tempo de manutenção dos equipamentos da frota;
  • Registro de atividades de manutenção corretiva, agenda manutenção preventiva e identifica serviços que estão na garantia, reduzindo o tempo ocioso do veículo;
  • Painel completo de informações que facilita a tomada de decisões.

O programa Sofit é uma forma automatizada, on-line, segura e dinâmica de realizar todos os passos necessários para que a saúde de seus veículos esteja em dia e para que sua frota alcance desempenho máximo.

Entre no site, faça o teste gratuito e veja na prática como a Sofit pode lhe ajudar em todos esses itens da Gestão da Manutenção e muito mais!