controle de veículos

Se você pudesse escolher entre ter um controle de veículos seguro ou eficiente, qual escolheria?

Uma frota eficiente, por exemplo, garante que todas as entregas e reuniões com clientes sejam feitas na hora, mas as chances de um acidente acontecer são bem grandes.

Por outro lado, uma frota segura, além de garantir a segurança da carga e dos motoristas, também preserva o estado físico dos veículos.

Mas espere um pouco…

Não é necessário (e nem correto) sacrificar a segurança dos motoristas e cargas para alcançar melhores resultados. Na verdade, apenas quando a segurança da frota é garantida é que a eficiência se torna uma consequência.

Então o que deve ser discutido não é a escolha entre um ou outro, mas sim como podemos alinhar segurança e eficiência em uma só gestão, buscando obter os melhores resultados sempre.

Por isso ao longo dos texto iremos discutir como podemos conquistar uma frota eficiente sem sacrificar a segurança. Vamos lá!

Tecnologia une segurança e eficiência no controle de veículos

Você consegue imaginar a rotina do seu trabalho sem o uso de qualquer tecnologia?

Não, né? Esse mesmo pensamento é cada vez mais comum quando falamos em controle e segurança da frota.

É na busca constante de melhoria e aperfeiçoamento que os gestores de frotas descobrem que o uso da tecnologia consegue evoluir a gestão de veículos à níveis de grandes corporações.

E uma dessas descobertas foi a telemetria.

Telemetria: monitoramento e controle de veículos em tempo real

Em primeiro momento o nome pode assustar e remeter a algo complicado e inacessível, mas longe desse ser o caso.

É verdade que a telemetria é mais comum em grandes empresas com grandes frotas. Mas isso não quer dizer que que outras empresas menores não podem usar. Pelo contrário, devemos seguir os caminhos traçados pelos gigantes do mercado e abraçar essa tecnologia.

Mas vamos falar um pouco mais sobre a tecnologia.

O que é telemetria?

Telemetria é a tecnologia que coleta, transmite e armazena os dados dos veículos de forma remota em um sistema de monitoramento e análise de informações.

Esses dados são informações como aceleração dos veículos, RPM, consumo de combustível, frenagem, condições das peças do veículos e até mesmo o monitoramento dos carros em tempo real.

Essa tecnologia possibilita que cada detalhe sobre um veículo seja acompanhado, desde o consumo de combustível até parâmetros complexos que permitem a detecção de falhas.

Leia tambémDiferença entre monitoramento e rastreamento

Como a telemetria funciona?

Para ficar mais fácil, vamos dividir o funcionamento da telemetria em 4 etapas. São elas:

 

1. Coleta de informações

A coleta é feita por um dispositivo que, ao ser instalado em cada veículo, lê e envia informações como frenagem, velocidade do veículo, consumo de combustível, RPM e tantas outras.

 

2. Transmissão remota

Depois da coleta, as informações são enviadas de forma remota a partir de sinais de rádio e satélite para o software de gestão que monitora os veículos. Por se tratar de um sistema em nuvem (ou SaaS), o software pode ser acessado pelo gestor a qualquer momento e qualquer lugar.

 

3. Armazenamento

No software de gestão as informações de cada veículo são armazenadas e podem ser consultadas a qualquer momento. Com isso, o histórico de desempenho pode ser analisado com o passar do tempo e comparados entre os meses.

 

4. Análise

É possível entender o que está acontecendo com a sua frota prestando atenção nos detalhes, ou seja, nos dados. No software para gestão os dados coletados serão traduzidos em forma de relatórios, ficando mais fácil de compreender e entender se o desempenho da frota está dentro do esperado.

Leia também: Entenda o que é um Software SaaS e saiba como ele pode lhe ajudar

Além de conseguirmos analisar questões de performance da frota, também é possível monitorar o comportamento dos motoristas. Isso serve para garantir a segurança e que, por exemplo, a velocidade máxima não seja ultrapassada.

Com esses dados, podemos ranquear os melhores motoristas e premiar os primeiros lugares, por exemplo. É uma boa maneira de manter uma disputa saudável e benéfica entre os motoristas.

Benefícios da telemetria para a gestão da frota

  • Acompanhamento da localização do veículo em tempo real;
  • Monitoramento de performance e desempenho;
  • Detecção de falhas ou perda de potência;
  • Acompanhamento do consumo de combustível;
  • Criação de um histórico de cada veículo.

Benefícios da telemetria para os funcionários

  • Evitar multas e pontos na carteira;
  • Premiação dos melhores motoristas;
  • Maior eficiência do veículo;
  • Redução de acidentes.

A Pirâmide de Frank Bird nos mostra o porquê devemos tratar como prioridade a segurança dos motoristas. De 30 mil desvios e mal comportamento, 3 mil se tornaram acidentes, 300 em acidentes sem afastamento, 30 acidentes com afastamento e, por fim, 1 fatalidade.

 

Leia também: Tudo sobre telemetria: o que é, como funciona e seus benefícios

Gestão de frotas orientada por dados: redução de custos e maior eficácia

A telemetria tem papel fundamental na construção de uma base sólida na gestão de frotas, mas sozinha ela não resolve tudo.

O monitoramento é o primeiro passo, o segundo, é uma gestão de frotas integrada e orientada por dados.

O que isso quer dizer?

Que devemos alinhar o uso da tecnologia da telemetria com um bom software para gestão de frotas para obter os melhores resultados possíveis.

Se por um lado a telemetria coleta todas as informações úteis, um software para gestão ajuda a armazenar, compilar e analisar todos os pontos fracos e fortes da frota. A partir de relatórios de desempenho gerados, a gestão se torna muito mais analítica e certeira, com poucas brechas para erros ou gastos excessivos.

Portanto, não se esqueça: a telemetria é extremamente eficaz no aumento da segurança e da eficiência, mas só com trabalho coletivo e integrado entre telemetria, software de gestão e gestor de frotas, que conseguiremos os melhores resultados.

Funções de um sofrware de gestão de frotas