Software SaaS

Você sabia que o sistema on-line de Gestão da Manutenção de Frotas da Sofit é um Software SaaS? Ok, mas… Na prática, o que isso significa? Para esclarecer de vez esse assunto e mostrar por que esse modelo de software é tão vantajoso, vamos mostrar nesse post todas as características que fazem do software SaaS a melhor opção para a gestão das empresas.

Para começar a definição dos conceitos:

Software SaaS

SaaS é a sigla para “Software as a Service” – que significa “Software como um serviço”. Ou seja, ele não é apenas um produto – você não vai pagar uma licença para usar o software de maneira fechada e fixa, e sim uma mensalidade para utilizar os serviços oferecidos pelo software.

Nesse modelo, o fornecedor do software (no caso, a Sofit) se responsabiliza por toda a estrutura necessária para que o sistema funcione. Isso quer dizer que os clientes que contratam a Sofit não precisam se preocupar com a instalação de servidores locais, formação de equipes especializadas e cuidados com segurança da informação. Basta ter acesso à internet, que o resto é por conta da Sofit. Os softwares SaaS possuem servidores on-line. Dessa maneira, os dados ficam armazenados de maneira segura em servidores externos – que são independentes dos computadores da empresa.

Software localmente instalado

Quando o software não é SaaS, ele é oferecido e utilizado em forma de produto. O cliente precisa comprar o produto, pagar uma licença para poder utilizá-lo. Além disso, nesse modelo, o software é instalado localmente nos computadores que serão utilizados e tudo ficará armazenado nas máquinas onde estarão instalados esses softwares. Isso significa que a infraestrutura – servidores, segurança, equipes – precisa ser local. Além de investir no software, a empresa precisará investir ainda nessa infraestrutura.

Software como serviço X Software como produto

Veja agora quais são as principais vantagens do SaaS em comparação com os sistemas instalados localmente:

Economia

No SaaS, basta ter acesso à internet, a empresa não precisa se preocupar em gastar com servidores, equipes e sistemas de segurança. Tudo isso é disponibilizado pelo próprio sistema.

Implementação e treinamentos facilitados

Em softwares instalados localmente na empresa, é preciso que haja a presença de profissionais do fornecedor para realizar a implementação do sistema, bem como o treinamento dos colaboradores que irão utilizá-lo. Isso significa ainda mais gasto de tempo e dinheiro, pois muitas vezes é preciso arcar com os custos de transporte e hospedagem do especialista em questão.

No SaaS, tudo é feito de maneira on-line e dinâmica. Tanto a implementação quanto os treinamentos são realizados via web – economizando tempo e dinheiro.

Fácil atualização

Da mesma forma, as atualizações do sistema SaaS são fáceis e dinâmicas – também realizadas on-line. Diferente dos softwares instalados localmente, que, novamente, demandam a presença física dos consultores da empresa fornecedora.

Personalização

Quando você paga pela utilização do software como produto, pode utilizá-lo apenas da forma como ele é. Se precisa mudar alguma funcionalidade, precisará realizar um novo grande investimento para fazer as mudanças necessárias, e esperar um bom tempo para tê-las implementadas. Nos modelos SaaS, essa personalização é muito mais fácil de ser realizada. O Sofit, por exemplo, é fácilmente customizável, podendo adaptar-se à realidade de sua empresa.

E além de personalizar as funcionalidades, o valor pago no Sofit também é adaptável ao tamanho de sua empresa – ou seja, você paga de acordo com a quantidade de veículos de sua frota. Já no software como produto, o valor pago é fixo, independente do tamanho do cliente.

Segurança

Quando um software é instalado localmente e a empresa ter que cuidar de toda a infraestrutura e segurança, há muitos riscos para o gestor. Se uma máquina falhar, se tiver algum vírus ou se o servidor for danificado, todos os dados da empresa podem ser perdidos. Com o software SaaS, não importa se seu computador pegar fogo, seus dados estarão seguros nos servidores on-line.

Dinamismo

Com softwares instalados localmente, o cliente terá acesso apenas naqueles computadores específicos. Já no modelo SaaS, é possível acessar de qualquer dispositivo com internet. E não só computadores de mesa, como também notebooks, tablets e celulares. Isso dá mais dinamismo para acessar as informações que você precisa a qualquer momento.

Democrático e com foco estratégico

De maneira geral, a principal vantagem do modelo SaaS é que não importa que a empresa não tenha infraestrutura de equipamentos e equipe especializada de TI, ela ainda pode ter um software de alta tecnologia à sua disposição. Além disso, não é preciso gastar tempo, energia e dinheiro com a manutenção de toda a estrutura que os softwares instalados localmente demandam. Dessa forma, a empresa consegue focar no que realmente interessa: na análise dos dados e no desenvolvimento do seu planejamento estratégico baseando-se em informações pontuais e seguras fornecidas pelo software.

E é por isso que a Sofit escolheu esse modelo para desenvolver o seu Software de Gestão da Manutenção de Frotas. Nosso objetivo é dar mais agilidade, dinamismo e segurança aos gestores, por meio de um sistema que cada vez mais efetivamente facilite e potencialize seu trabalho.

Abaixo materiais GRATUITOS para download que podem lhe ajudar nesse assunto:

[Apresentação] Como escolher um Software para minha empresa

[Infográfico] Diferença entre Software como Serviço (SaaS) e Software como Produto