Com a tecnologia automotiva cada vez mais presente na fabricação dos veículos, melhorando o desempenho e trazendo mais conectividade é urgente também a modernização dos serviços.

Neste sentido, oficinas – com serviços de scanner automotivos e até os lava-jatos, com a opção de lavagem ecológica, já deram um passo para a modernização.

Nosso objetivo é apresentar para você alternativas e mostrar como a tecnologia automotiva está impactando também o gerenciamento de frotas. Vamos lá?

 

O que é tecnologia automotiva?

É comum que gestores de frota resumam a tecnologia automotiva a inovação dos veículos, mais especificamente, as novidades trazidas pelas montadoras, não é mesmo?

Isso acontece porque algumas empresas ainda não se deram conta de que gestão e tecnologia automotiva tendem a andar cada vez mais juntas e que isso já acontece numa velocidade impressionante.

É só você pensar que há até pouco tempo, o câmbio automático ou a injeção eletrônica, por exemplo, não eram itens tão comum quanto são hoje.

Logo, podemos caracterizar a tecnologia automotiva como o conjunto de inovações dos processos da indústria automobilística, seja para melhorar o desempenho dos veículos ou a comodidade dos motoristas.

 

Quem lucra com o avanço da tecnologia automotiva?

A indústria automobilística vem trazendo mudanças e inovações ano após ano. Com o mercado aquecido e ávido por novidades, indústria, revendedores, consumidores e também prestadores de serviço só têm a ganhar.

A tecnologia automotiva é de interesse também da administração pública, visto a necessidade de se criar alternativas para a redução da poluição causada pelos veículos nos grandes centros urbanos.

Mas você deve estar se perguntando: e a minha empresa?

Quando falamos em gestão de frotas corporativas não podemos desvincular o processo da tecnologia veicular, que proporciona mais controle, economia e previsibilidade para o gerenciamento.

Ou seja, o avanço da tecnologia automotiva beneficia não somente a indústria, que tem lucros diretos com a renovação das frotas, como também as empresas prestadoras de serviço que passam a contar com veículos mais autônomos, econômicos e conectados.

 

Quais são as vantagens da tecnologia automotiva para a gestão de frotas?

Você já parou para pensar como assuntos como a precisão nas rotinas de manutenção, carros autônomos e inovações como comando por voz e a popularização dos carros elétricos são assuntos que costumam pautar discussões, artigos e eventos sobre gestão de frotas?

Pois é!

 

Isso acontece não somente por que a tecnologia automotiva está em franca expansão, mas também pois todos esses assuntos convergem para a resolução de desafios comuns na gestão de frota, como:

  • Segurança;
  • Redução de Custos;

 

Esse trio faz parte da meta de dez entre dez gestores. Afinal, uma boa gestão proporciona segurança aos motoristas, é enxuta e produtiva.

Mas as vantagens da tecnologia automotiva para a gestão de frotas não param por aí!

Abaixo, listamos alguns benefícios que os “carros do futuro” trarão e já estão trazendo para o seu gerenciamento de frotas. Confira:

 

Frotas mais Limpas

Biodiesel, eletricidade, diesel de cana, combustíveis sintéticos e até feitos a partir de microalgas. Todas essas possibilidades estão sendo amplamente discutidas pelo mercado automotivo e devem impactar diretamente os carros de passeio e as frotas corporativas no futuro. A pressão social por cidades mais limpas tende a colocar o assunto como tema central da gestão de frotas e já surge como um diferencial competitivo.

Mais recursos analíticos para a gestão de frotas

Hoje, não dá mais para pensar numa gestão analítica e precisa sem o uso de tecnologia de ponta aliada à gestão. Hoje, já é possível trabalhar com uma gestão 100% visual e remota, com controles que vão desde combustíveis até a gestão de multas e sinistros. Com o avanço da chamada “Internet das Coisas” e “Machine Learning” os recursos analíticos só tendem a aumentar.

Controle preciso das rotinas de manutenção

Gestores de frota sabem que um controle preciso das rotinas de manutenção contribuem significativamente para a redução de custos desnecessários. A tecnologia automotiva proporciona uma troca maior entre veículo, sistema e gestão, com a possibilidade de envio de alertas em caso de excesso de velocidade e a diminuição das horas extras com manutenção.

5 tecnologias automotivas que gestores de frota devem ficar de olho

Com o mercado cada vez mais competitivo, montadoras como Toyota, Honda e Ford investem cada vez mais em tecnologia automotiva, firmando parceria com institutos de pesquisa, ou, até mesmo, mantendo um núcleo próprio de inovação nas montadoras.

Mas, quais tecnologias devem impactar a gestão de frotas nos próximos anos?

A gente mostra para você:

 

Carros Elétricos

De acordo com pesquisa realizada pela UTFPR, os carros elétricos devem representar 75% do mercado nos próximos anos, sendo maioria até 2030. Apesar da tecnologia ainda não ser acessível para todos, o debate é intenso e os carros movidos à eletricidade devem ganhar cada vez mais isenções de impostos e autonomia.

Conexão 4G

A utilização do Smartphone conectado ao painel dos carros pode estar com os dias contados. Isso por que a busca por uma conexão de qualidade já é uma realidade apresentada pelas montadoras. A Cadillac, por exemplo, já disponibiliza chips de conexão 4G em alguns dos seus modelos, algo que tende a ser cada vez mais comum.

Piloto automático adaptativo

O recurso de piloto automático deve ganhar cada vez mais inteligência. Além de registrar uma velocidade e mantê-la ao longo do trajeto, acelerando e desacelerando os pilotos automáticos mais modernos deverão contar com recursos que contribuem com a segurança do condutor, como avisar a distância do veículo da frente e alertar quando for necessário frear.

Banco Antissono

Motoristas de transportadoras ou aqueles que trabalham transportando passageiros podem ganhar um grande aliado na segurança no trânsito. O banco antissono está sendo desenvolvido por estudiosos brasileiros com o objetivo de impedir que os profissionais durmam ao volante. O assento conta com sistema de vibração, aquecimento e auto-falantes, para mensagens.

Carros Mais Leves

O peso dos veículos está diretamente ligado ao gasto com combustíveis. Carros mais leves representam então uma economia para proprietários e empresas. A Ford, por exemplo, conseguiu desenvolver um modelo (Fusion) com 300 kilos a menos. Isso representa a economia de cerca de 25% de combustível. Algo interessante para a receita de empresas frotistas, não é mesmo?

 

Tecnologia automotiva: uma realidade para a gestão de frotas!

Ao longo deste artigo você acompanhou debates, tendências e até mesmo casos reais em que a tecnologia automotiva atua diretamente na gestão de frotas. É preciso estar atento e acompanhar as novidades do mercado automotivo que caminham a passos cada vez mais rápidos.

Quer mais tecnologia para a sua gestão de frotas? A Sofit pode te ajudar! Agende uma demonstração gratuita do nosso software e veja como ele se adapta à realidade da sua frota corporativa!