Como controlar pneus

Para fazer uma gestão de frotas eficiente, um aspecto que precisa de constante atenção é o controle de pneus, a fim de reduzir os custos com manutenção. A análise de dados dos pneus garante um melhor controle e fiscalização, o que permite ao gestor ter uma noção de como está a qualidade dessas peças e de quando será necessário fazer a troca.

Porém, como controlar pneus sem ter o controle de cada um deles? Esse é um desafio enfrentado por muitos gestores. A boa notícia é que, no post de hoje, vamos trazer algumas dicas valiosas de como realizar esse controle.

Conheça o custo por quilômetro rodado (CPK)

O primeiro passo de como controlar pneus é descobrir o custo por quilômetro rodado, uma informação muito importante para a sua planilha de custos. Para chegar a esse valor, faça uma análise do total de gastos com compras, reformas e consertos em um determinado período e divida pelo total de quilômetros rodados nesse mesmo intervalo. O ideal é sempre analisar um período de pelo menos 1 ano.

Para fazer esse controle por veículo, a conta é parecida. Separe os mesmos gastos de compra, reforma e conserto por veículo e a quantidade de quilômetros rodada por ele no mesmo período. A divisão dessas informações resultará no CPK por veículo, a partir do qual você poderá fazer um benchmarking na frota.

Descubra a distância média percorrida por cada pneu

Outro dado importante que você precisa conhecer para fazer um bom controle de pneus é a distância média que cada pneu está rodando. Para chegar a esse valor, ao identificar os gastos por veículo, some a quantidade de pneus aplicados em cada um deles e divida pela distância percorrida pelo veículo. Depois de encontrar esse valor, compare-o com os dados do seu fornecedor de pneus para saber se eles estão se desgastando muito rapidamente.

Mantenha seus pneus em bom estado

Certos cuidados devem ser tomados regularmente para manter os pneus em bom estado, aumentando sua vida útil e evitando necessidades constantes de manutenção corretiva — que, além de onerosa, mantém o veículo ocioso, prejudicando a lucratividade da empresa. Assim, verifique com frequência a pressão dos pneus e a calibragem, lembrando-se sempre de mantê-los calibrados de acordo com as recomendações do fabricante. Também fique de olho na data de validade.

Além disso tudo, é importante ficar de olho nas trajetórias percorridas pelos seus veículos; afinal, é a partir dela que você poderá encontrar outras informações, como distância percorrida, e as rotas podem influenciar bastante na vida útil dos seus pneus.

Ainda, existem muitos softwares que podem te ajudar a manter um controle mais rígido e confiável dos pneus. Dentre muitas outras funções, essas tecnologias podem te ajudar a identificar a melhor hora para trocar ou reformar os pneus e a prevenir furtos.

E você, já sabia como controlar pneus? Como você faz esse controle na sua empresa? Você conta com alguma solução tecnológica? Conte para a gente como é a sua experiência e não hesite em deixar suas dúvidas nos comentários!