Como fazer gestão de custos de uma transportadora

A gestão de custos de uma empresa está diretamente ligada ao seu sucesso. Afinal, não adianta ter um produto ou serviço excelente se o fluxo de caixa está sempre no vermelho. Para evitar isso, é preciso estar atento a detalhes e questões como coerência de gastos, sustentabilidade e perspectiva de retorno.

Por isso, continue lendo o post de hoje e descubra como fazer uma boa gestão de custos da sua transportadora.

Negociação com fornecedores

É essencial contar com boas parcerias para manter o negócio próspero. No caso de uma transportadora, podemos citar alguns fornecedores essenciais, como concessionária, banco, oficinas automotivas, papelaria, autopeças e postos de gasolina. Além disso, como a manutenção dos veículos é uma parte importante da gestão de frotas, é importante prestar atenção especial aos fornecedores envolvidos com essa questão.

Tente manter uma boa relação com esses parceiros e, sempre que possível, negocie preços e condições de pagamento, pois a economia alcançada com isso poderá influenciar em todo o processo. Com isso é possível, inclusive, reduzir o custo final do serviço e atrair bem mais clientes.

Controladoria

Uma ótima maneira de ter uma gestão de custos eficientes é contar com uma boa equipe para atuar no setor de controladoria da sua empresa. Essas pessoas terão a função de analisar cada gasto realizado e comparar com os dados que possuem, com o objetivo de identificar quais fundos foram criados que justifiquem essas despesas.

Com a atuação da controladoria, você terá em mãos um diagnóstico claro e objetivo do que está dando certo. Leia e interprete essas informações com atenção e transforme suas conclusões em ações: corte o que não dá lucro e reverta os gastos em investimento nas atividades mais produtivas.

Frota própria ou terceirizada

Essas 2 possibilidades afetam diretamente a gestão de custos de uma transportadora. Vale a pena investir em uma frota própria caso a empresa tenha demanda suficiente para mantê-la girando. Por outro lado, a terceirização possibilita que você cresça além do que sua estrutura permite, e pode ser utilizada em fase de testes de novos serviços.

Custos fixos e variáveis

Custos fixos, como o próprio nome indica, são aqueles que existem independentemente do nível de atividade de uma empresa. Eles devem ser acompanhados com rigor para que nunca ultrapassem o limite com que é possível arcar.

Custos variáveis, por outro lado, são aqueles que dependem das atividades da empresa, como gastos com combustível ou pedágios. É preciso que esses custos se paguem por si só, mas sem que haja aumento demais no valor final do serviço.

Tecnologia eficaz na gestão de custos

Como já mencionamos, uma boa gestão de custos precisa se atentar a vários detalhes e questões. Felizmente, os softwares de gestão de frotas podem ajudar bastante nessa tarefa. Eles simplificam bastante esse processo e permitem maior agilidade na identificação de problemas.

A gestão de custos é uma tarefa fundamental para garantir o sucesso da sua transportadora e, por isso, é preciso realizar essa função de maneira informada e atenta. Comece agora mesmo testando o nosso sistema de gestão de frotas.

Ficou ainda com alguma dúvida sobre como fazer isso na sua empresa? Deixe seu comentário!