A importância do RH na Gestão de Frotas: como inovar e engajar os motoristas?

O papel do setor de RH na Gestão de Frotas é analítico, proativo e crucial para uma gestão estratégica e participativa. Afinal, recursos humanos e gestão de pessoas, sobretudo para colaboradores externos, se baseia na confiança entre o funcionário e o gestor.

Se você já está há algum tempo no mercado, deve saber que controlar a jornada de trabalho dos motoristas e garantir que o funcionário cumpra com a carga horária acordada é o menor dos problemas quando este colaborador passa o dia no trânsito.

Também é preciso levantar dados de comportamento de direção do motorista, analisar as ofensas que ele pode ter realizado no trânsito, acompanhar a velocidade que ele costuma trafegar, etc.

Dessa forma, a inovação do RH na gestão de frotas vem para facilitar o trabalho desse colaborador, e, claro, para ajudar o gestor a alcançar os objetivos e metas pretendidos.

Neste artigo, vamos explorar mais o papel do RH na gestão de frotas e te mostrar caminhos para gerir os seus colaboradores de forma mais humana e eficiente. Confira!

O papel do RH na gestão de frotas

Com colaboradores, veículos e filiais operando em todas as regiões do país, o papel do setor de RH na Gestão de Frotas foi fundamental principalmente durante a pandemia. 

De acordo com pesquisa realizada pelo Great Place to Work, a maioria dos colaboradores demonstrou satisfação com as medidas adotadas durante o período, como a flexibilização do home office e distribuição de máscaras e itens de higiene, o que auxiliou na recuperação das empresas do setor de transporte.

É importante destacar que o comprometimento precisa ser construído constantemente junto aos motoristas, independente de crises.

Assim, o relacionamento do setor de Recursos Humanos com os condutores precisa ser eficiente e recorrente, desde a contratação até o entendimento sobre como e quando aplicar uma capacitação, por exemplo.

Motoristas precisam enxergar o RH como um aliado, um canal aberto com a gestão e como um facilitador para que a categoria tenha voz e seja ouvida. 

Rotatividade e turn over

Além disso, no caminho para a inovação, o setor de RH não pode mais “caminhar às cegas”, permitindo altos níveis de rotatividade e turn over. 

Para evitar o aumento no fluxo de entrada e saída de funcionários é preciso agir proativamente, estimulando o engajamento e entendendo quando uma demanda individual pode representar um problema crônico na organização.

Sistemas de Gestão de Frotas auxiliando a otimizar processos nos setores de RH

Com o apoio da tecnologia, o setor de RH pode mapear e analisar dados relativos ao comportamento dos motoristas e pautar as suas decisões.

Dessa forma, além de ganhar tempo, a utilização da tecnologia de gestão disponível em favor do RH contribui para uma gestão automatizada e precisa.

Da mesma forma, ao analisar dados sobre produtividade, como gasto médio com combustível, infrações e comportamentos de risco, o RH pode elaborar soluções específicas para cada problema e entender quando novas contratações precisam ser feitas, por exemplo.

5 medidas que você pode tomar para inovar no RH na Gestão de Frotas

Agora que você já compreendeu o papel do RH na gestão de frotas, vamos observar algumas dicas práticas para aplicar no seu dia a dia?

1. ENTENDA QUE O MOTORISTA É A FORÇA MOTRIZ DA EMPRESA

É através do diálogo com os motoristas que o RH da sua empresa percebe que essa categoria possui diversas reivindicações.

Talvez seja um problema antigo, oriundo de gestões passadas, ou uma reivindicação inviável de resolver no momento por questões financeiras.

Seja como for, é importante que um canal aberto de comunicação seja mantido, até mesmo para avaliar questões pessoais de cada funcionário, mesmo que não seja uma obrigação da empresa.

A máxima de que o colaborador satisfeito trabalha com mais afinco deve ser levada à risca aqui. Entretanto, é um erro não estimular esse feedback. Muitas vezes, questões importantes não vêm à tona, pois os motoristas não se sentem à vontade para externar.

O papel do RH aqui é transmitir confiança e proatividade à equipe, sempre buscando soluções para os feedbacks e mostrando o resultado através de ações concretas.

2. RECORRA A TREINAMENTOS ONLINE 

Embora seja comum ver um esforço do setor de RH para resolver questões administrativas e promover palestras, capacitações e treinamentos para motoristas, frequentemente esquecemos de providenciar o mesmo para os membros do time de Recursos Humanos.

Sem uma política de capacitações para o setor, como você espera que o RH promova inovação e trabalhe em parceria com a gestão de forma eficiente?

O setor de RH precisa estar atualizado com as práticas mais atuais do mercado e treinamentos online podem ser a solução adequada para você.

Com aulas completas e rápidas, cursos online geralmente têm um melhor custo benefício sendo ministradas por excelentes professores. Da mesma forma, utilizar softwares de capacitação digital também é uma excelente opção para valorizar o trabalho do RH.

3. HUMANIZE O AMBIENTE DE TRABALHO

Empresas de frota não podem tratar os motoristas como mais um ativo, um número. Essa é uma prática antiga e que já não é bem vista pelas empresas do ramo e pelos condutores, além de desmotivar completamente os seus colaboradores.

Assim, é preciso entender a importância da experiência do motorista na empresa e voltar as ações do RH para os indivíduos e isso vai além de chamar o condutor pelo nome.

Auxílio-creche, possibilidade de escolha do cartão de benefícios, folga no aniversário. Diversas ações promovidas pelo RH promovem a humanização do ambiente de trabalho. Verifique aquelas que condizem com a política da sua empresa.

4. APLIQUE BENEFÍCIOS EXCLUSIVOS

Hoje em dia, a compensação financeira não garante mais a retenção de bons funcionários.

Segundo a GPTW, oportunidade de crescimento e qualidade de vida são os fatores motivacionais para a permanência nas melhores empresas para trabalhar no pós-pandemia.

Confira todos os fatores:

  • Oportunidade de crescimento (46%)
  • Qualidade de vida (22%)
  • Remuneração e benefícios (14%)
  • Alinhamento de valores (14%)
  • Estabilidade (2%)
  • Não respondeu (2%)

O segredo aqui é simples: converse com os seus colaboradores. Eles podem esperar coisas simples que a sua empresa pode prover.

Parcerias com academias, tickets de acesso à quadra de futebol, vale-cultura. Todos esses são benefícios exclusivos e impactam diretamente na qualidade de vida e consequentemente, na produtividade dos seus funcionários.

O RH pode ainda recompensar motoristas que batem metas com benefícios exclusivos. Somente tome cuidado para que a recompensa seja clara e digna.

5. ATRAIA TALENTOS DE DESTAQUE NO MERCADO

Quantos bons funcionários deixaram a sua empresa por falta de diálogo? Empresas de transporte acabam competindo entre si para captar e reter talentos e o gargalo pode estar em práticas ultrapassadas do RH.

Por isso, pense na experiência que a sua empresa proporciona para o recém-contratado. Que caminho ele percorre na sua empresa? Como é o processo de adaptação? Ele entende até onde pode chegar na sua organização?

É comum, no mundo corporativo, ouvir que ninguém é insubstituível, o que é verdade. 

Entretanto, demissões geram custo para a sua empresa, financeiros e de produtividade já que novos motoristas terão uma curva de aprendizado, além do tempo e esforço gasto com as novas contratações.

Invista em RH na gestão de frotas e colha os resultados!

Como vimos, os gerentes de RH definitivamente ajudam a melhorar a gestão de frota e a organizar o trabalho administrativo da maneira certa.

Por isso, foque na atração e retenção de talentos otimizando os seus processos internos e oferecendo um ambiente harmônico para os seus colaboradores.

Quando a gestão de RH e tecnologia caminham juntas, o setor pode recorrer a dados precisos, o que facilita a tomada de decisão e a criação de condições para resolver problemas internos e reter talentos.
Então, conte com a Sofit! A nossa tecnologia fornece todos os dados necessários para você inovar na sua gestão de RH e otimizar o gerenciamento dos colaboradores da sua frota.