cartão combustível

Como gestor de frotas, em algum momento já deve ter ficado perdido tentando guardar as notas de abastecimento para realizar reembolso no fim do mês. Essa é uma situação comum, contornada com a utilização de um cartão combustível.

 

Assim, existem diversas opções no mercado, como o cartão Petrobrás e Ticket Car, que permitem, entre outras coisas, agilizar o abastecimento dos veículos, além de quitar outros serviços, como lavagens, manutenções e ainda assistência 24h.

 

Tudo parece muito vantajoso, mas, então, como tirar o máximo potencial do cartão combustível e utilizar este recurso para facilitar a sua gestão de frotas?

 

Acompanhe o artigo de hoje e descubra!

 

Afinal, o que é o cartão combustível?

Basicamente, um cartão de combustível funciona como um cartão de crédito exclusivo para pagar despesas com os combustíveis da frota, além de outros serviços básicos de manutenção de veículos.

Há, também, alguns cartões pré-pagos, que facilitam o controle do orçamento e evitam aquelas despesas extras que acabam saindo do controle do gestor.

Para empresas que possuem frotas de veículos, os cartões combustível já são uma realidade. As operadoras de cartão estão visualizando um aumento da adesão ao serviço, que depois da estabilidade em 2017, apresenta tendência de crescimento desde 2018, segundo executivos do setor.

 

Como funciona o sistema do cartão combustível?

A grande maioria dos cartões combustível possui um sistema onde é possível acompanhar os gastos com abastecimento em tempo real, o que colabora, então, para a gestão de frotas.

A adesão costuma ser simples, assim como a definição dos créditos. Abaixo, listamos alguns pontos que você deve atentar antes de escolher um cartão de combustível para a sua frota:

  • Verifique o prazo de entrega para a sua região;
  • Confira se há alguma taxa administrativa;
  • Veja a lista de estabelecimentos/postos onde o cartão é aceito;
  • Serviços extras que o cartão pode pagar;
  • Funcionalidade mobile;
  • Recursos de gestão que a plataforma oferece.

 

Analisando, enfim, todos esses pontos é possível aproveitar o máximo do seu ticket de combustível e não ter surpresas depois de contratar.

 

Quais os tipos de cartões de combustível disponíveis?

Como informamos, existem diversos tipos de cartões disponíveis no mercado. Separamos, então, 5 deles para que você possa comparar e escolher aquele que seja mais adequado para a sua região e para as suas demandas de gestão de frotas. Confira:

1.   Cartão Petrobrás

  • Taxa de Adesão: Não
  • Anuidade: Não (Promocional)
  • Área de Cobertura: Todo o Mundo (Postos Petrobras e Lojas BR Mania)
  • Extras: Clube de Pontos com descontos para parceiros

 

Um dos mais populares, o cartão da Petrobrás não cobra taxa de adesão e ainda possui um clube de vantagens. É administrado pelo Banco do Brasil e pode ser aceito no mundo inteiro. O cartão também é aceito nas lojas BR Mania e em outros abastecimentos que aceitem a bandeira Visa.

2.   Cartão Ticket Car

  • Taxa de Adesão: Sim
  • Anuidade: Proporcional ao faturamento
  • Área de Cobertura: É possível consultar
  • Extras: App de Gestão e Acompanhamento

 

O cartão combustível Ticket Car promete eliminar os complicados reembolsos e se adaptar à realidade das empresas. Para os gestores, a administradora do cartão disponibiliza ainda um app, onde é possível acompanhar em tempo real os gastos com o abastecimento dos veículos.

3.   Cartão Shell

  • Taxa de Adesão: Não Informado
  • Anuidade: Isento nos primeiros 3 meses
  • Área de Cobertura: É possível consultar
  • Extras: Descontos em produtos e serviços Shell.

 

O cartão Shell é aceito em todo o país e um dos seus grandes diferenciais é o desconto de até R$ 0,10 por litro de combustível abastecido nos postos credenciados. Para aderir, é preciso preencher uma proposta online. O cartão é administrado pelo Banco Santander.

4.   Cartão Ipiranga

  • Taxa de Adesão: Não Informado
  • Anuidade: Sim
  • Área de Cobertura: Todo o Brasil
  • Extras: Clube de Vantagens para troca de produtos

 

Assim como o cartão Shell, o cartão Ipiranga proporciona descontos em todos os postos da rede. Ele é emitido pelo banco Itaú e é possível contar com 2 modalidades distintas: O Flex e o Carbono Zero. Assim como os demais, possui um clube de vantagens que oferece serviços para trocas de produtos.

5.   Cartão Flex Car

  • Taxa de Adesão: Grátis
  • Anuidade: Não Informado
  • Área de Cobertura: Todo o Brasil (Inclusive alguns estacionamentos e lava-jatos)
  • Extras: É multimodal

 

O cartão Flex Car é administrado pela Alelo/Bradesco e é também uma boa opção para empresas de frota. Trata-se de um cartão pré-pago e, por isso, serve para gestores que necessitam ter os gastos sob controle.

 

Quais as vantagens do cartão combustível para a gestão de frotas?

Já falamos em outros artigos como a integração e a centralização de informações é importante para uma gestão de frotas mais assertiva.

O cartão combustível colabora, também, com o gerenciamento da sua frota na medida em que centraliza o pagamento e possibilita. enfim, um melhor acompanhamento dos custos através de um painel de controle digital.

Além disso, confira outras vantagens proporcionadas pela utilização do cartão combustível:

Ajuda a evitar fraudes na gestão de frotas

Infelizmente, é preciso estar atento para possíveis fraudes na gestão de frotas. Já que, nenhum gestor está isento deste tipo de irregularidade. Gastos duvidosos com abastecimento, desvios de rotas entre outras situações fazem, então, com que os gestores tenham que gastar mais. Com um cartão de combustível, você vai saber exatamente onde o dinheiro foi utilizado, além de, assim, ter a opção de limitar os gastos.

Economia com abastecimentos e serviços

A grande parte dos cartões combustível não possui taxa de anuidade, um empecilho para gestores que desejam contratar o serviço. Quando colocado na balança, a economia é maior do que o investimento, o que garante um ROI positivo para a empresa

Facilita a gestão

Os cartões combustíveis disponibilizam plataformas e relatórios simples que auxiliam o controle e centralizam todas as informações. Algo importante para qualquer empresa que busca por mais clareza e agilidade no controle de abastecimento e de pequenos serviços, sem precisar realizar reembolsos, diminuindo consideravelmente o tempo investido em tarefas administrativas.

 

Afinal, vale mesmo a pena investir em um cartão combustível?

Mesmo que você possui uma quantidade pequena de veículos para gerenciar, vale ficar de olho em qualquer alternativa que automatize a gestão. Isso pode ser crucial para o crescimento da sua organização como um todo. Além disso, a oscilação do preço dos combustíveis.

Conseguimos tirar as suas dúvidas sobre o cartão combustível? Esperamos que sim! Se você chegou até aqui, o que acha de conhecer uma solução que vai ajudar a automatizar a sua gestão de frotas?