Qual é o prazo correto para realizar a calibragem de pneus? Isso deve ser feito com ele quente ou frio? Qual a pressão correta? 

Essas perguntas são mais comuns do que você pensa e a maioria das pessoas tem dúvidas sobre as respostas e acaba não fazendo o correto controle dos pneus dos veículos da  frota.

Pneus sem a calibragem correta trazem inúmeros problemas, gastos indesejados e são um risco ao condutor e passageiros. 

Neste post você vai aprender como fazer o correto controle dos pneus do seu veículo, garantir mais segurança e ainda economizar dinheiro.

Qual a frequência correta para calibrar os pneus?

Provavelmente esta é a principal dúvida dos condutores. A boa notícia é que é muito simples saber a frequência correta para realizar a calibragem dos pneus do seu carro.

Em condições de uso normais o correto é calibrar os pneus a cada 15 dias. 

Mas faça isso de preferência quando os pneus estiverem frios, ou seja, tendo rodado no máximo 3 quilômetros. No entanto, existem algumas exceções a serem seguidas:

  1. Veículos que trafegam grandes distâncias durante o mês: calibre os pneus a cada 500km, caso aconteça antes dos 15 dias.
  2. Veículos com pouco uso durante o mês: calibre os pneus uma vez a cada 30 dias.

Outra coisa importante é calibrar os pneus sempre antes e depois de viagens longas. 

Andando com o carro carregado em viagens a pressão dos pneus é diferente de quando você utiliza somente para rodar na cidade. 

Se o seu pneu está precisando ser calibrado antes de 15 dias, você precisa verificar outros itens de manutenção que devem estar prejudicando os pneus do seu veículo. 

Cuidado, o problema pode não ser diretamente no pneu. Então, recomenda-se que o gestor consulte um especialista.

Outra dica, se cair em algum buraco muito grande ou pegar alguma guia, principalmente em estradas, confira a pressão dos pneus. 

Pancadas muito fortes podem fazer o pneu perder pressão e você acabará danificando ele mais.

A classificação de calibragem dos pneus

Para conferir a etiqueta que indica a calibragem correta de cada pneu é preciso entender a nomenclatura utilizada pelos fabricantes.

Há, basicamente, 3 tipos de classificação para a calibragem que indicam as unidades de pressão:

  • PSI (Pound Per Square Inch)  indica a quantidade de libras por polegada quadrada;
  • BAR (Do grego Barys – Pesado) unidade de pressão comumente utilizada na Europa ocidental. Equivale a 100 000 Pascais;
  • kPA (Pascal SI – Sistema Internacional).

O problema com os pneus cheios demais

Assim como a calibragem baixa pode ser um indicativo de desgaste prematuro dos componentes dos veículos da frota, pneus inflados demais aumentam a probabilidade de acidentes.

Quando o pneu está com a calibragem acima da indicada pelo fabricante, há um aumento na firmeza de contato com a superfície.

Ou seja, os seus veículos estarão mais sujeitos a cortes, quebras por impacto, perfurações e danos por choque.

guia definitivo para controle de pneus

Então, como calibrar os pneus corretamente?

Agora que você já sabe quando deve ser feita calibragem para garantir o correto controle dos pneus, está na hora de aprender como fazer isso de forma correta.

O primeiro passo é saber qual a pressão correta dos pneus. Essa informação é normalmente encontrada nos seguintes locais:

  1. Adesivo na parte interna da tampa de combustível;
  2. Adesivo em uma das portas dianteiras;
  3. Manual de uso e manutenção do veículo logo no início ou na parte que fala sobre pneus.

Repare que existe mais de uma informação sobre a pressão correta dos pneus. Elas variam em função do tamanho do pneu em seu veículo e se você está ou não andando carregado.

Para saber o tamanho do pneu do seu carro, é só olhar no próprio pneu as informações.  e comparar com o que está escrito na indicação do manual. 

Depois é só verificar qual a pressão correta para uso com pouca carga e carregado (normalmente para viagens) e calibrar os pneus.

Em algumas exceções a pressão para andar com o veículo cheio e vazio é a mesma. Portanto é só seguir o que está no manual sem medo.

Quer aprender mais? Veja mais artigos sobre Pneus: como aumentar a durabilidade dos pneus.

O que a calibragem de pneus inadequada acarreta para veículos pesados?

A pressão de ar de um pneu é ainda mais importante no caso de caminhões e veículos pesados. Isso porque o peso da carga de um caminhão, por exemplo, pode ser bastante elevado. 

Dessa forma, a manutenção da pressão dos pneus deve ser vista pelo gestor de frotas como um componente chave de um programa completo de manutenção de pneus.

A quantidade de problemas relacionados aos pneus e incidentes à beira da estrada será significativamente reduzido caso você mantenha as inspeções de pressão dos pneus em dia, assim como o tempo de inatividade dos seus veículos.

Note também que a calibragem baixa é a causa número 1 da remoção prematura dos pneus. 

Especialistas recomendam que caso ela esteja 20% abaixo da pressão recomendada pelo fabricante, o pneu deve ser considerado furado. Assim, deve ser removido e inspecionado para a verificação de perfurações ou outros danos.

Economize e reduza riscos de acidentes com pneus calibrados!

Poucas pessoas sabem, mas, de acordo com uma pesquisa da Michelin, cerca de 50% dos veículos brasileiros trafegam com a calibragem dos pneus incorreta, sendo que 20% deles estão em condição perigosa.

Isso gera sérios problemas para o gestor de frotas. Um deles é seu desgaste prematuro dos pneus. Manter veículos trafegando com calibragem incorreta podem ter uma vida útil de até 8.500 km menor. 

Aliado a isso, andar com pneus muito cheios ou muito vazios aumenta o risco de acidentes e o consumo de combustível.

Um outro problema é o peso no bolso. Com o aumento da manutenção de alguns itens do sistema de suspensão e de direção do carro por andarem sob estresse excessivo devido a calibragem incorreta dos pneus. 

Veja mais sobre este assunto no post sobre como reduzir os custos com manutenção dos veículos.

Gostou desse post sobre calibragem de pneus? Compartilhe nas redes sociais e ajude mais pessoas a rodarem com segurança e economizar.

2 respostas

Os comentários estão fechados.