ROI da frota de veículos

Para fazer uma gestão mais eficaz de frotas, é necessário controlar indicadores que forneçam uma visão geral e uma base sólida, capaz de auxiliar os gestores de um negócio a tomarem decisões assertivas e adotarem novas estratégias. Um desses indicadores é o ROI, sigla que, em português, significa Retorno Sobre o Investimento.

No post de hoje, vamos explicar o que é o ROI e como podemos fazer seu cálculo para uma frota de veículos. Quer saber mais? Então confira a seguir:

O que é ROI?

O Retorno Sobre o Investimento, ou Return of Investment, é um indicador normalmente utilizado pela área financeira para calcular o retorno que determinado investimento trouxe para a empresa, em um determinado período de tempo.

Os resultados obtidos através desse cálculo mostram o quanto a empresa ganhou (ou perdeu) em relação a um investimento realizado — e como eles contribuem para o resultado geral da empresa.

Como ele é calculado?

O cálculo é feito pela subtração do valor do ganho obtido pelo investimento que foi realizado inicialmente. O valor resultante deve ser dividido pelo valor do investimento inicial. Para explicar melhor, veja a fórmula dessa equação:

ROI = (Ganho obtido – Valor do investimento inicial) / Valor do investimento inicial

Apesar de parecer um cálculo simples, é muito importante lembrar que, para fazer um cálculo mais exato, é necessário incluir todos os gastos relativos ao investimento realizado inicialmente.

Como posso calcular o ROI da minha frota?

Para calcular o Retorno Sobre o Investimento da frota, é preciso considerar as seguintes variáveis: capital humano, desperdícios, tempo de ociosidade, entre outros custos referentes à operação de entregas. Para calcular o ROI de um sistema de gestão de frotas, que auxilia no controle de manutenções periódicas, controle de custos, média de consumo de combustível e controle de pneus, por exemplo, você precisa fazer o levantamento do valor total de todas as reduções que o sistema ajudou a promover.

Isso inclui a redução de gastos com combustível, custos gerados pela ociosidade de veículos em manutenção, pela reposição de peças em consertos imprevistos etc. Para saber o quanto a sua empresa pode economizar com um sistema de gestão de frotas, utilize este calculador.

O mesmo também vale para o planejamento adequado das rotas. Você pode calcular o ROI somando os valores de redução de custos de consumo de combustíveis, diminuição de custos com manutenção e troca de pneus, e do desperdício de tempo.

Nesses casos, somam-se todos os valores, sejam de economia ou de rendimentos, subtraindo o valor total pelo valor que foi gasto para implementar as melhorias e dividindo pelo valor gasto.

Ou seja, se você gastou R$ 1.000 para implementar as melhorias e o resultado final foi uma economia de R$ 1.500. Para calcular o ROI, temos o exemplo abaixo:

ROI = (1.500 – 1.000) / 1.000 = 0,5 ou 50%

Vale dizer, ainda, que não existe um percentual ideal para o cálculo do ROI. Pode ser que, em alguns casos, um ROI de 100% seja extremamente satisfatório — e em outros não.

Calcular o ROI é importante para saber, em termos financeiros, se seus investimentos estão promovendo lucros ou prejuízos em sua operação. No entanto, é preciso ter ciência de que ele mostra apenas o aspecto financeiro do negócio.

O que achou deste post? Ainda tem dúvidas sobre como calcular o ROI de sua frota? Compartilhe conosco!