18 mar 2015

Como enfrentar os 5 maiores problemas na frota de caminhões?

Frota de caminhões
Frota de caminhões

Os gestores de frotas enfrentam muitos problemas relacionados com as maneiras de se ampliar a operacionalidade e reduzir os custos com os caminhões e veículos que exercem os processos logísticos e de distribuição dos produtos que comercializam. Se houver um plano de ações que tenha sido mal planejado, a situação poderá trazer grandes prejuízos à empresa, além de não conseguir satisfazer de modo apropriado os serviços de carregamento, transporte e distribuição dos itens aos destinos roteirizados.

Veja alguns dos desafios centrais que devem ser superados pelos gestores e proprietários de frotas e analise como se preparar bem para vencê-los!

Volatilidade dos preços de combustível

Qualquer estratégia de redução de custos logísticos precisa levar em conta quanto é gasto com os combustíveis. Tais valores são difíceis de calcular com muita antecedência. Existem, porém, algumas formas de otimizar essa questão. Uma delas é empregar combustíveis que sejam mais eficientes e baratos, embora se deva considerar o custo da mudança nos veículos. Outra é fazer um ótimo controle do combustível, a fim de identificar ineficiências e eventuais desvios.

Manutenção da frota

Esta questão não significa perdas financeiras pouco úteis, como muitos gestores a consideram. Muito pelo contrário: uma manutenção bem feita e planejada da frota permitirá que todos os serviços logísticos sejam cumpridos adequadamente, no tempo certo e de forma constante, não só otimizando os custos, como também garantindo a produtividade.

Mão de obra despreparada ou destreinada

De nada vai adiantar contar com as melhores tecnologias e processos padronizados, se você não tiver um time qualificado para fazer com que tudo funcione da maneira que se espera. É essencial que seus funcionários conheçam os procedimentos e rotinas da empresa, ao menos a fundo dentro de seu próprio setor de trabalho, e passem por aperfeiçoamentos técnicos para novas implementações tecnológicas e equipamentos, sempre que se fizer necessário.

Segurança dos condutores

Os motoristas dos veículos têm sempre metas a cumprir e índices de controle a seguir. E isso pode ser complicado de se equilibrar na hora em que entram em jogo a melhor conservação da carga e, principalmente, a proteção dos condutores nas estradas. É preciso que se conscientizem os motoristas de que vale a pena seguir a educação no trânsito e preencher as regras de direção defensiva, a fim de eliminar os acidentes evitáveis e diminuir as despesas com seguros e questões trabalhistas.

Checagem dos produtos da carga

É importante que haja um sistema para conferir os itens que estão no veículo e que serão transportados para os destinos traçados, de modo que não existam desvios de produtos ou furtos dentro da própria empresa. Deve-se garantir não apenas que as mercadorias cheguem sem avarias nos endereços dos clientes, mas também na quantidade certa e conforme dados de controle.

Sabe-se que uma frota de veículos antigos pode trazer prejuízos não só ao seu negócio, mas ao país, inclusive. Este é um ponto tão sério, que a Confederação Nacional de Transportes (CNT) prevê a retirada de circulação de caminhões com mais de 20 anos. Saiba mais sobre o assunto aqui!

Como você tem cuidado de sua frota de caminhões? Você já teve que enfrentar algum desses problemas descritos acima? O que fez para reparar as questões que enfrentou? Exponha suas experiências nos comentários, tire dúvidas ou levante questionamentos!

# gestão de frotas

Assine nossa newsletter