KPIs para Retorno do investimento na frota

Existe uma máxima dentro da área de administração que fala que você só gerencia aquilo que consegue medir. Baseando-se nisso, gestores de diversas áreas encontraram uma forma de avaliar o desempenho de uma determinada atividade ou setor. Esse controle é feito através dos KPIs (Key Performance Indicator).

No post de hoje vamos explicar o que são os KPIs, como medir, quais são os principais KPI’s para gestão da frota e como calcular o ROI (Retorno sobre o Investimento) para investimentos na frota. Confira:

O que é KPI

KPI ou, no português, Indicadores Chave de Performance são métricas utilizadas para mensurar o desempenho de um determinado processo ou área. Eles não se limitam apenas a medições relacionadas às finanças. Além de poderem ser utilizados em qualquer área, para qualquer processo, o comparativo entre esses indicadores pode ser útil para a análise do desenvolvimento do processo e como base para alinhar uma estratégia que seja o guia para alcançar os objetivos do setor, ou da organização.

Como verificar um KPI

A análise de um KPI pode ser feita utilizando comparativo entre períodos, sejam eles dias, semanas, meses ou anos. Exemplo: efetuar o comparativo do faturamento do mês de fevereiro/2015 com o mês de fevereiro/2014 com o objetivo de analisar qual foi o crescimento.

Pode-se efetuar a verificação utilizando dados que são estipulados como meta. Por exemplo: a meta semanal é vender 1.000 unidades de aparelho celular. Semanalmente, serão levantados os dados das vendas e comparar se a meta foi atingida ou não.

Outras formas também comuns de controlar um KPI são através de indicadores de tempo, indicadores de atrasos, indicadores de prazos, entre outros.

KPI na gestão de frota

Como dissemos anteriormente, KPIs podem ser utilizados para mensurar desempenho de qualquer área, e isso não seria diferente com a gestão de frota. Os indicadores de frota são muito importantes para os gestores dessa área, pois, além de mostrar como está o desempenho, eles podem ser um indicativo de que algumas coisas não estão saindo como o esperado e que mudanças precisam acontecer.

Logo abaixo listamos 5 indicadores que são importantes para a área de gestão de frotas e que o gestor dessa área deve ficar de olho. São eles:

  • Percentual utilizado da capacidade do caminhão: é utilizado para mensurar qual é o aproveitamento do caminhão com relação aos carregamentos. É calculado dividindo-se o peso (ou cubagem) da carga pela capacidade total do veículo. Se a relação for de 70%, por exemplo, isso significa que existe 30% de capacidade ociosa e que não está sendo aproveitada. Se esses 30% tivessem sido utilizados, seria possível obter maior eficiência e lucro.

  • Idade média da frota: este indicador permite visualizar rapidamente a condição da frota e contribui para a tomada de decisão com relação à renovação de dimensionamento de frota. Ele também auxilia no comparativo de veículos de marcas diferentes, mas que possuem a mesma idade.

  • Taxa de indisponibilidade: é o cálculo de horas paradas de um veículo que necessita de manutenção.

  • Consumo médio de combustível: esse indicador é utilizado para calcular o desempenho do veículo com relação ao consumo de combustível. É a relação entre a quantidade de km rodados e a quantidade de combustível que foi necessária para percorrer esse trecho.

  • Custo operacional do veículo: é equivalente ao custo total de um veículo em atividade, que se faz necessário para manter a operação.

O que é o ROI e como ele pode ser calculado na frota

O ROI é o indicador de retorno sobre investimento. É a relação entre o dinheiro que foi ganho (ou perdido) e o investimento que foi realizado.

Uma das formas mais comuns de chegar ao ROI feito na frota é calcular a quantidade de combustível que está sendo economizado após um investimento (seja ele de aquisição de novos veículos, ou seja em treinamento de motoristas com relação à velocidade de tráfego).

Para o caso de treinamento de motoristas com relação à velocidade média de tráfego, por exemplo, o KPI pode ser utilizado para analisar a quantidade e o valor do combustível que está sendo economizado após o investimento. Assim, pode-se efetuar a verificação de qual é a taxa de retorno e em quanto tempo o custo do investimento será coberto pela economia.

Dica: essa ferramenta online de retorno do investimento auxilia no cálculo de forma prática e rápida.

A utilização do KPI é a melhor forma de poder medir, analisar e controlar uma determinada operação. Essa ferramenta é a melhor aliada do gestor para a tomada de decisão e elaboração de planos de ação.

Existem softwares de gestão de frota que auxiliam o gestor, oferecendo acompanhamento pelo dashboard (painel de indicadores), fornecendo relatórios e gráficos online que facilitam as análises.