segurança da frota no trânsito


A história que vamos contar a seguir é real e faz parte da realidade de muitos gestores de frota que pensam na segurança da frota no trânsito. Utilizamos nomes fictícios para preservar a identidade dos envolvidos. Mas, com certeza, você irá se identificar com o relato abaixo.

 

Por que gestor de frota começou a priorizar a segurança da frota no trânsito

Nem redução de custos, nem a eterna busca por mais eficiência e produtividade, a mais importante missão do Gestor de Frotas é salvar vidas. “Eu gerenciava uma frota de pelo menos 100 veículos de grande porte. Esses caminhões rodavam as estradas do Brasil com a logo da minha empresa. Numa reunião, tive a triste notícia do afastamento de um colaborador querido por todos devido a um acidente de trânsito. Então eu percebi: não eram números, eram vidas. Vidas sob a minha responsabilidade”.

Esse é a história de Álvaro, gerente de frotas em uma empresa de transporte há quase 10 anos. A rotina dele, muito provavelmente é parecida com a sua. Confere relatórios gerados pelo sistema e compara os custos com o do mês anterior. Confere, também, se as manutenções estão acontecendo como o programado e comanda reuniões periódicas sobre segurança da frota no trânsito.

 

Até aí, tudo bem. Entretanto, Álvaro percebeu que a dura realidade é que muitos gerentes seniores não conseguem enxergar a segurança da frota como uma prioridade. E as ideias, bem, elas ficam apenas no campo das ideias.

 

Você até pode discordar e dizer que na sua empresa a segurança da frota é sim uma das principais preocupações. Mas, o fato é que, na maioria dos casos, as conversas nas reuniões não se traduzem em ações.

 

Segurança da frota no trânsito: Concentrando-se no condutor e não no ativo

Um estudo realizado pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação mostrou que em 53,7% o Fator humano é principal causa dos acidentes no Brasil. Ou seja, o motorista é o principal responsável pela sua segurança e o gestor de frotas é o responsável por todos esses condutores.

Álvaro também constatou que a qualidade da formação dos motoristas era baixa. “Somos praticamente adestrados a tirar a carteira de habilitação. Não há um elo entre a teoria e a prática. Decoramos placas e não sabemos que atitude tomar diante delas e quais são as consequências das nossas falhas”.

 

Agora imagine que você tem um problema parecido com o do nosso gestor de frotas. Tem uma grande quantidade de ativos para gerenciar. E também já perdeu as contas de quantas reuniões, palestras e avisos colocou na empresa para alertar sobre a segurança da frota no trânsito. Mas nada de concreto realmente foi feito.

 

Foi por isso que Álvaro decidiu buscar apoio na tecnologia disponível no mercado para evitar acidentes e salvar vidas no trânsito. Naquele momento, muitos achavam perda de tempo investir em um novo sistema de gestão. Mas ele decidiu agendar uma demonstração do sistema da Sofit e conseguiu enxergar uma solução para garantir a segurança dos seus condutores.

 

Buscando apoio em tecnologia 

Recursos como Planos de Manutenção e Ordens de Serviço Automáticos. Também o acompanhamento de manutenção preventiva via e-mail e um Ranking de motoristas envolvendo multas e infrações. São ferramentas que, enfim, possibilitaram que Álvaro programasse ações que, de fato, impactaram na rotina dos condutores da frota.

 

Outro problema que ele conseguiu solucionar foi o controle de pneus. Álvaro tinha consciência de que a maioria dos acidentes ocorria pelo excesso de velocidade. Quando juntava isso a má condição do pneu, era acidente da certa. 

Com a Sofit, ele consegue agora agir de forma preventiva: tem acesso a um checklist via app para ver condições da segurança, conseguindo programar reparos antes mesmo que o condutor chegue ao pátio da organização.

Álvaro também contou com um diferencial da Sofit: uma consultoria com um gestor experiente e assim, conseguiu elaborar um calendário de ações com foco em segurança da frota no trânsito.

Agora, os condutores que Álvaro gerencia contam com capacitações programadas e segmentadas (de acordo com o ranking). Também ficou muito mais fácil acompanhar as manutenções programadas e criar planos de manutenção para os veículos da sua frota.

Com o apoio da tecnologia da Sofit, Álvaro pode enfim ter acesso a dados que passaram a direcionar as suas ações de segurança da frota no trânsito. Claro, de uma maneira mais assertiva. As ideias passaram a se transformar em ações e os condutores jamais foram vistos como apenas mais um ativo da sua empresa novamente.

 

Esperamos que essa história tenha feito você perceber o quão importante é tomar ações concretas de segurança no trânsito. Pense em quantas vidas, você, enquanto gestor de frotas é responsável e comece a sair do campo das ideias. Conte com a gente nesta missão.