Ajuda do diagnostico financeiro

Os gestores de frotas podem encontrar muitas dificuldades para cortar custos com seus veículos. Caminhões consomem combustível e pneus e exigem manutenção periódica e mecanismos de segurança, além de ser preciso realizar o pagamento dos motoristas. Por isso, é necessário criar estratégias eficazes de avaliação e corte de gastos.

Veja como um diagnóstico financeiro pode ajudar na redução de custos da frota e a otimizar sua renda!

Importância do diagnóstico financeiro

O diagnóstico financeiro consiste na análise e interpretação das movimentações financeiras relacionadas à sua frota. Para isso, é preciso ter um bom controle da entrada e saída de capital. A partir dessa análise, o gestor deverá estabelecer medidas corretivas, para sanar os erros existentes (em especial os desperdícios de recursos), e preventivas, para evitar que novos custos comprometam a saúde financeira da empresa.

Elaboração de um plano de redução de custo

Para diagnosticar e reduzir os custos de sua frota, é recomendável elaborar um plano estratégico que envolva a análise do período precedente e a projeção para um período futuro (análises retrospectiva e prospetiva, respectivamente). Essas avaliações servem como referenciais para seu diagnóstico da frota.

Um planejamento dinâmico considera 2 indicadores especiais:o capital de giro e o fluxo de caixa. Para manter a frota circulando, é necessário dispor de capital de giro suficiente ou financiá-lo de alguma forma. O fluxo de caixa saudável mantém um equilíbrio entre receitas e despesas, entre o saldo devedor e o lucro líquido.

Identificação de custos

O diagnóstico financeiro te permite identificar os principais custos e separá-los em variáveis e fixos. Em uma frota, um mesmo item pode apresentar custo fixo ou variável. Por exemplo, o consumo de combustível pode variar ao longo do mês, dependendo da quantidade de viagens ou da distância percorrida. Caso sejam viagens programadas para locais específicos, pode se tornar um custo fixo.

Para identificar esses custos com precisão, é necessário um fluxo de informações confiável e o registro em planilhas ou sistemas automatizados.

Eliminação de desperdícios

Identificando corretamente os custos de sua frota, será possível definir como e onde eles podem ser reduzidos ou cortados, onde está havendo desperdícios e gastos desnecessários.

Gastos excessivos com combustível, por exemplo, podem ser resultado de rotas mal elaboradas ou desvios. Existem estratégias que diminuem o desperdício de combustível, relacionadas principalmente a cuidados na direção do veículo.

Pneus também se danificam em estradas pouco transitáveis, bem como se rodarem excessivamente ou não tiverem a devida manutenção. É importante avaliar até que ponto a compra de um determinado item é necessária naquele momento.

Comparando os gastos passados com os custos atuais, o gestor terá uma visão clara das tendências e se a saúde financeira da empresa tende a melhorar ou piorar. Assim, poderá tomar decisões visando corrigir os danos e precaver-se para o futuro, adotando práticas mais saudáveis de consumo.

Importância de consultoria e softwares

Para auxiliar nesse diagnóstico, o gestor pode contar com consultoria especializada, ou seja, a análise e opinião de profissionais que se dedicam ao gerenciamento financeiro empresarial e podem detectar falhas e propor soluções com mais agilidade e eficiência.

Também existem softwares de gestão que facilitam o exame e o diagnóstico financeiro, contribuindo para que o gestor possa identificar os custos com mais acerto e mantê-los sobre um controle mais rigoroso. Os processos automáticos oferecem risco mínimo de falhas e maior segurança.

Já faz o diagnóstico financeiro de sua frota? Conseguiu identificar os gastos principais? Confira também nosso post sobre como reduzir custos por meio da gestão de pneus e não se esqueça de deixar um comentário!